20 abril 2017

Programa integra 150 estagiários à rede municipal de ensino

Universitários do curso de pedagogia, durante treinamento
para ingresso na Secretaria de Educação
São dez universitários do curso de administração de empresas e 140 de pedagogia

Terminou na manhã desta quinta-feira (20) o processo de integração, na Secretaria Municipal de Educação de Marília, de 150 estagiários contratados por meio do programa de parceria institucional mantido entre a Prefeitura e o CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola). 

Os universitários são dos cursos de Pedagogia e Administração, provenientes da Universidade de Marília (Unimar), Universidade Estadual Paulista (Unesp), Centro Universitário Univem e Faculdade de Ensino Superior do Interior Paulista (Faip/Faef), entre outras da região.

Como via de mão dupla, o programa de estágios remunerados, que abrange várias secretarias municipais, gera benefícios aos estudantes e também ao Poder Público Municipal. Os universitários recebem bolsa-auxílio e ganham experiência nas áreas em que pretendem atuar. 
Alunos de administração conheceram os locais
onde atuarão, a partir de maio

Na Educação, os alunos de Pedagogia são encaminhados às escolas para atuar em diversas atividades ligadas à Educação Básica. Já os estudantes de Administração prestarão serviço na sede da Secretaria, em rotinas internas da pasta. 

Os 150 novos estagiários começam a trabalhar no dia 02 de maio. Eles receberão bolsa-auxílio de R$ 749,60 por uma jornada de quatro horas, além de R$ 66,00 referentes ao vale-transporte. O contrato tem tempo limitado a dois anos.

Antes de iniciar atividades, os estagiários foram instruídos sobre a missão institucional e o funcionamento da Secretaria Municipal de Educação. Eles também passarão por uma capacitação, na segunda-feira (24). O trabalho nesta quinta-feira foi concluído com uma visita em cada setor, monitorada pela assistente técnica Adriana Azevedo Teruel.

GESTÃO DE PESSOAS

O secretário municipal de Educação, professor Beto Cavallari, lembra que um dos maiores desafios da pasta, no início deste ano, foi a falta de recursos humanos em vários setores. A falta de atribuição da jornada especial em 2016 somado aos contratos e parcerias suspensos por falta de pagamento, ou em vias de encerramento, dificultaram o início da gestão da Educação em Marília.

“Com o engajamento de vários setores, como a Administração, Fazenda e o Planejamento, e total apoio do prefeito Daniel Alonso, conseguimos enfrentar estes problemas que geraram muita preocupação. É importante que a população saiba que os desafios foram enfrentados e hoje temos condição de oferecer atendimento adequado nas escolas da rede”, disse Beto. “A contratação de estagiários remunerados foi a última etapa do planejamento que iniciamos em janeiro para suprir a deficiência de recursos humanos nas escolas municipais”, concluiu o chefe da pasta.

Em fevereiro, a Secretaria regularizou a jornada especial e beneficiou cerca de 200 professores. No mês passado, foi concluída a contratação de 237 profissionais para reforçar a rede municipal de Marília, incluindo 117 professoras, 72 agentes de desenvolvimento escolar (ADEs) e 48 atendentes de escola (merendeiras).

Texto: Carlos Rodrigues
Fotos: Júlio César de Carlis

Educação municipal e Universidades articulam parcerias para formação continuada

Reunião realizada na sede da secretaria entre equipe da
Secretaria de Educação e da Unesp Marília 

18 abril 2017